Please reload

Posts Recentes

Mas afinal, o que é leitura crítica?

January 15, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Mas afinal, o que é leitura crítica?

January 15, 2017

 

Você é escritor e teve uma ideia muito legal para um manuscrito. Fez seu planejamento para desenvolver a história, pensou em personagens, lugares, tramas e tudo o que era necessário para começar a colocar sua inspiração no papel. 

 

Talvez tenha começado a escrever e publicar simultaneamente no wattpad, fanfiction ou outra plataforma de publicação online. Quem sabe, escreveu o livro inteiro e resolveu autopublicar ou ainda enviar seu manuscrito para editoras tradicionais para que ele fosse avaliado. Investiu em uma capa bacana e contratou um profissional para fazer a revisão.

 

Mas uma etapa importante ficou faltando: a leitura crítica.

 

Quando uma história nasce, é importante que o autor tenha uma "visão de fora" a respeito da sua obra. Alguém que leia seu manuscrito e aponte inconsistência, falhas de continuidade, pontos não desenvolvidos, erros históricos/políticos/culturais. Ou seja, o autor precisa de um leitor "profissional" que irá auxiliá-lo a solucionar falhas que possam ter passado despercebidas. 

 

Alguns autores encontram essa ajuda no chamado leitor beta: alguém de sua confiança (um amigo ou parente) que lê e dá sua opinião a respeito da trama. O grande problema é que quando o leitor crítico está envolvido no processo criativo — ou até mesmo é muito amigo, gosta da pessoa e do trabalho do autor — essa análise crítica da história pode acabar deixando a desejar. Em algumas situações, até por falta de conhecimento e visão estratégica, já que ele não é um leitor "profissional". E, na maioria das vezes, por vergonha de apontar erros e o autor ficar aborrecido. 

 

Vamos dar um exemplo. Em boa parte dos manuscritos em que trabalhamos, encontramos a seguinte situação:

 

O mocinho sai para jantar/dançar/participar de outra atividade social com a mocinha. Eles bebem o melhor vinho/champanhe/uísque/ quem sabe tequila e se divertem juntos. Ao final da noitada, ele pega o carro/moto e dá uma carona para a mocinha, que acaba não resistindo aos encantos dele e os dois têm uma bela noite de amor. 

 

Perguntamos a você: o que está "errado" neste trecho? O fato de eles terem bebido juntos? Terem passado uma noite de amor sem compromisso? Não. A falha está em beber e dirigir. No Brasil, a Lei Seca está em vigor, e se o nosso mocinho fosse pego em uma blitz, com certeza ele seria multado e sofreria todas as implicações por dirigir sob efeito de álcool. 

 

Talvez você pense, ah, mas isso é ficção. Sim, mas quando o autor escreve um livro de ficção precisa estar atento a esses pequenos detalhes que fazem parte do nosso dia-a-dia, pois o leitor estará observando esses pontos durante a leitura.

 

Durante o trabalho que realizamos, nos deparamos não apenas com esse exemplo, mas com muitos outros: falhas em legislação, erros de continuidade, desconhecimento de regimes políticos, de sintomas de doenças, de estilo de vestimenta e comportamento de determinadas épocas, entre muitas outras situações. E é a leitura crítica que vai apontar essas falhas e sugerir soluções para que o seu manuscrito fique o melhor possível e para proporcionar uma experiência de leitura incrível. 

 

1/3

 

 

A leitura crítica não tem como objetivo criticar ou desfazer o trabalho do autor, mas sim, trabalhar em conjunto com o autor para deixar sua história mais crível e sem falhas. Um texto bem trabalhado é sinônimo de capricho e desejo de oferecer o melhor àqueles que vão comprar suas histórias e te ajudar a ser um autor profissional: o leitor.

 

Até a próxima! 

 

Quer saber um pouco mais sobre leitura crítica? Clique aqui

Quer pedir um orçamento? Clique aqui.

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga nossas redes sociais
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Instagram - Black Circle